terça-feira, 6 de agosto de 2013

A superfície em constante modificação do satélite Io de Júpiter



Como muitas coisas que conhecemos, a superfície de Io, está constantemente em construção.

Essa lua de Júpiter abriga o distinto título de ser o corpo mais vulcanicamente ativo do Sistema Solar – sua superfície de aparência bizarra está continuamente sendo forma e reformada pelo fluxo de lavas.

Gerada usando os dados de 1996 da nave Galileo da NASA, essa composição de alta resolução está centrada no lado de Io que está sempre voltada para longe de Júpiter.

A imagem foi realçada para enfatizar o brilho da superfície de Io e as varrições de cores, revelando feições com 1.5 milhas de diâmetro.

A notável ausência de crateras de impacto sugere que toda a superfície é coberta com depósitos vulcânicos novos numa taxa muito mais rápida do que as crateras de impacto são criadas.

O que dirige essa potência vulcânica?

Uma provável fonte de energia é a mudança da maré gravitacional causada por Júpiter e por outras luas Galileanas enquanto Io orbita o massivo planeta gigante gasoso.

Aquecendo o interior de Io, as marés poderiam gerar a atividade vulcânica sulfurosa do satélite.


Fonte (em inglês): www.goo.gl/us8HWY

Via: www.goo.gl/3sQf1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...